Dom Orani Tempesta apresenta Diretório de Comunicação, em entrevista coletiva

O arcebispo do Rio de Janeiro (RJ), cardeal Orani João Tempesta, apresentou aos jornalistas, durante coletiva à imprensa realizada ontem, 7 de maio, o Diretório de Comunicação da Igreja no Brasil. Trata-se do Documento número 99 da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil.
 Foi durante a gestão de dom Orani, na presidência da Comissão para a Comunicação, que foi retomada a proposta de produção do Documento, a partir da publicação do Estudo 101 “A Comunicação na vida e missão da Igreja”.
Por decisão dos bispos na Assembleia Geral, em 2013, o texto do Diretório foi encaminhando ao Conselho Permanente da CNBB, que após estudar e avaliar o material, sugerindo correções e adaptações na linguagem, aprovou o Documento, no mês de março. A produção do texto contou com a colaboração de uma equipe de pesquisadores, mestres e doutores em comunicação, coordenada pela Comissão Episcopal Pastoral da Comunicação, presidida pelo arcebispo de Campo Grande (MS), dom Dimas Lara Barbosa. 
Dom Orani relembrou os caminhos percorridos para a produção do Diretório e disse que a Igreja sempre esteve atenta às transformações tecnológicas. De acordo com o cardeal, o Documento chega em momento oportuno, com a proposta de contribuir com a missão da Igreja e no diálogo com a sociedade. “O Diretório interessa muita aqueles que trabalham com a comunicação na Igreja, mas também aos pesquisadores e pessoas interessadas nessa temática. E esse documento chega em um momento em que a Igreja celebra os 50 anos Concílio Ecumênico Vaticano II, com a promulgação do Decreto Inter Mirifica, sobre comunicação”, destacou dom Orani.
Diversidade de conteúdos
O Documento é composto por dez capítulos, que tratam dos diferentes conteúdos da comunicação, são eles: 1. Comunicação e Igreja no mundo em mudanças, 2. Teologia da Comunicação, 3. Comunicação e vivência da fé, 5, Ética e Comunicação, 6. O protagonismo dos leigos na comunicação evangelizadora, 7. A Igreja e mídia, 8. Igreja e mídias digitais, 9. Políticas de comunicação e 10. Comunicação na Igreja: a atuação da Pascom. Em cada capítulo, além das reflexões apresentadas, são oferecidas pistas de ação para a formação, articulação, produção e espiritualidade da comunicação.
O Diretório é destinado aos responsáveis que atuam na comunicação eclesial e nas relações com a sociedade. O texto oferece conteúdos com referenciais comunicacionais, sociológicos, éticos, políticos, teológicos e pastorais. 

Fonte: http://www.cnbb.org.br/eventos-1/assembleia-geral-1/14183-diretorio-de-comunicacao-e-lancado-na-assembleia-geral-da-cnbb
Share:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agenda Paroquial 2020

Pesquisar

Postagens mais visitadas

Arquivo do blog