Coro de 50 vozes para celebrar jubileus do bispo Stanula

Formado por 50 participantes de grupos de cantos e corais de três paroquias de Itabuna, o coro “Voz que Clama” está ultimando os preparativos para sustentar os cânticos litúrgicos da Solene Concelebração Eucarística que marcará, no próximo dia 22 de agosto, os festejos pelos 50 anos de Ordenação Sacerdotal (Jubileu de Ouro) e 25 anos de Ordenação Episcopal (Jubileu de Prata) de Dom Ceslau Stanula, bispo diocesano itabunense. Neste sentido, sob a coordenação das musicistas Maria Tereza Oliveira e Maria da Conceição de Sá Neto, uma rotina de ensaios tem feito parte da vida dos coralistas nos últimos 45 dias. Durante a celebração, serão entoados cânticos litúrgicos focados na temática sacerdotal, inclusive composições inéditas da Irmã Miria Terezinha Kolling, uma das mais expressivas compositoras sacras do Brasil. Os 50 componentes do coro “Voz que Clama” estão divididos entre mulheres e homens – sopranos, contraltos, tenores, barítonos e baixos. A nomenclatura adotada pelo coral também foi uma forma de homenagear o bispo Dom Ceslau, cujo lema estampado no brasão episcopal é um fragmento do versículo 23 do capitulo 1º do evangelho de João: “Eu sou a voz que clama no deserto”. Além do coral, as equipes de liturgia, de acolhida e hospedagem, bem como a comissão organizadora geral, estão empenhadas em fazer dos festejos jubilares do bispo diocesano um momento marcante tanto para o prelado quanto para a Igreja Particular (Diocese) de Itabuna. A Solene Concelebração Eucarística acontecerá às 18 horas do dia 22 de agosto, na Catedral de São José. “Na pessoa do nosso bispo, temos presente um sucessor direto dos apóstolos que continua a exercer com dedicação e desprendimento o mandato de Jesus Cristo de apascentar o rebanho do Senhor. Portanto, nada mais justo do que nos unirmos em torno do altar para bendizermos as maravilhas operadas por Deus em nossa Igreja, por meio da pregação do evangelho que tem sido a razão e sentido da vida de Dom Ceslau nos últimos 50 anos”, afirmou o Monsenhor Moizés de Souza, pároco da Catedral de São José e um dos coordenadores dos festejos.
Share:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agenda Paroquial 2020

Pesquisar

Postagens mais visitadas

Arquivo do blog